A febre maculosa é uma doença transmitida pelo carrapato da espécie Amblyomma cajennense, conhecido popularmente como carrapato estrela. A doença pode levar a vítima à morte se não for diagnosticada e tratada em fase inicial.

carrapatoSegundo a médica veterinária Luciana Guerin, especialista em parasitologia, na região já foram registrados casos da doença em Valença e Barra do Piraí. “As pessoas geralmente acham que estão com uma virose quando começam a apresentar os sintomas da doença, e este é o grande perigo”, alertou Luciana.

Segundo ela, os sintomas iniciais apresentados pela doença são febre, dor de cabeça e manchas avermelhadas pelo corpo. “É importante que as pessoas tenham consciência do risco do contato com o carrapato”, ressaltou a veterinária.

A febre maculosa continua a ser uma doença infecciosa grave e potencialmente fatal. Apesar da disponibilidade de tratamento eficaz e dos avanços nos cuidados médicos, aproximadamente entre 20% a 40% dos indivíduos que se tornam doentes ainda morrem por esta infecção. Entretanto, a terapia antibiótica eficaz reduziu dramaticamente o número das mortes. Antes da descoberta da tetraciclina e do cloranfenicol, no final dos anos 40, até 80% das pessoas infectadas faleciam.

Cuidados

A pessoa que encontrar um carrapato em seu corpo deve ter cuidados especiais na hora de arrancá-lo. Se o parasita for tirado de maneira incorreta, a pessoa pode até mesmo contrair alguma doença. A maneira correta de se retirar o carrapato é girando-o com uma pinça. Não se deve puxá-lo ou esmagá-lo com a unha.

Principais doenças transmitidas pelo carrapato

  • Febre Maculosa: É uma doença causada pela bactéria Rickettsia ricketsii, que pode ser contraída por seres humanos e alguns animais. O vetor da doença é o carrapato da espécie Amblyoma cajennense, também conhecido como carrapato estrela. Os sintomas iniciais são febre, dor de cabeça e manchas avermelhadas pelo corpo.
  • Babesiose: É capaz de causar infecção dos glóbulos vermelhos e anemia grave. A doença pode ser contraída por seres humanos e cães.
  • Erliquiose: Pode atingir os seres humanos, apesar de ocorrer com maior freqüência em cães. Dentre os principais sintomas estão a falta de apetite, sangramentos e o desenvolvimento de uma anemia grave.
  • Doença de Lyme: É uma infecção transmitida por carrapatos aos cães e seres humanos. A infecção pode causar o acometimento de diversos órgãos, inclusive a pele, o sistema nervoso, o coração e as articulações. Nos seres humanos pode haver ainda o surgimento de lesões avermelhadas na pele.